O nosso website utiliza cookies.

Visitas Guiadas

Canais

Amsterdã tem centenas de quilômetros de canais cerca de 90 ilhas e 1.500 pontes. Os três principais canais escavados no século 17 formam cinturões concêntricos ao redor da cidade, conhecidos como Grachtengordel. Em 2010, o Grachtengordel foi listado no Patrimônio Mundial da UNESCO. Por causa desses canais, Amsterdã é freqüentemente chamada de "A Veneza do Norte".

Bairro Judeu

O bairro judeu em Amsterdã era o centro da vida dos judeus de Amsterdã, antes da Segunda Guerra Mundial. É conhecido principalmente como o berço de Baruch Spinoza e a casa de Rembrandt. Bem no meio do bairro judeu, você pode encontrar a Casa de Anne Frank, que é possível visitar desde 1957.

Distrito da luz vermelha

Queijos holandeses, canais passando pela cidade, museus de arte e claro, Red Light District. Quando se trata de “o que fazer” na Holanda, uma das primeiras coisas que vem à mente das pessoas é visitar o Red Light District para explorar muitos clubes de striptease, lojas eróticas e profissionais do sexo por trás do vidro. Enquanto a prostituição controlada combinava com diversão e atmosfera da Holanda, sempre foi fabuloso se perder nas ruas do Distrito da Luz Vermelha.